INICIAÇÃO - UM CAMINHO DE DEDICAÇÃO E VOCAÇÃO

Quantas vezes ouvimos: "quero ser Iniciado", mas quantas vezes ouvimos: "estou disposto a entregar-me em pleno, em dedicar-me ao estudo, á reflexão, ao trabalho, á prática diária, á abdicação de grande parte de momentos sociais com amigos, familia e conhecidos? Poucas ou nenhumas!
Procurar Iniciação na Wicca Tradicional Não É algo que deve ser decidido de Ânimo Leve.
O Caminho implica Plena Entrega, Disciplina, Atitude e Comportamento. A transformação desejada não se encontra em qualquer prateleira de supermercado, que se pode comprar, levar para casa, colocar ao lume e consumir, para que se produza. Existem escolhas, mudanças de prioridades, alterações interiores e exteriores, todas elas marcadas pela escolha consciente que não se traduz meramente em palavras, mas sim em actos e atitudes.
Facilitismo não é o caminho da Wicca Tradicional.
A Escolha Consciente é ou deverá ser a Regra, o ponto de partida, uma vez escolhido o Caminho e Aberta a Porta as Responsabilidades são potenciadas quer exteriormente quer Interiormente.
Outras vezes ouvimos e somos confrontados com a ideia de que "não existem regras", "não existem hierarquias", "que tudo se pode fazer desde que não se prejudique ninguém", como se estivessemos perante uma Prática Caótica, onde tudo é possível e desejável, nada poderia ser tão errado.
Existem sim Hierarquias a Respeitar, embora não se confundam com "práticas ou realidades absolutistas"; pode-se fazer tudo? claro que sim, desde que o consigas fazer de forma Consciente e Responsável e que o Saibas Fazer. e é aqui que entra a aprendizagem.
Tão ou mais importante que a Iniciação em Si mesma, é o Período que a antecede, é durante essa fase que se toma Consciência de que de facto é esse o Caminho Escolhido, é durante esse período que a reflexão e o estudo assumemparticular importância, é durante esse período que se inicia o trabalho de terraplanagem do solo, onde depois serão ecavados os locais onde os alicerces do edifício serão colocados, para que mais tarde a realidade não nos mostre um "castelo de areia" frágil embora embelezado exteriormente por retóricas e frases feitas, desprovidas de real significado.
Ah...então o melhor é ser "eclético"-solitário...dá menos trabalho, faço o que quero e quando quero, sem o peso disciplinador de regras, preceitos a serem cumpridos.
Por mim tudo bem, se esse é o teu caminho, então Sê-o, mas não digas nem te assumas como fazendo parte de forma legitima da Wicca Tradicional, pois existe de facto uma "linha que nos Separa"; e quando alguém te pedir confirmação-vouch daquilo que dizes que és, por favor não te ponhas a inventar Linhagens, Nomes porque tarde ou cedo "o feitiço vira-se contra o "feiticeiro".

José Antonio
Sacerdote da Tradição Alexandrina da Witchcraft
Lisboa